Inicio  » Revista Veterinaria REDVET  » REDVET, Vol 19, n 05, Mayo 2018

051823 - Desempenho da canola (Brassica napus L.) submetida a diferentes testes de polinização - Performance of canola (Brassica napus L.) submitted to different pollination tests

Autor

STRÖHER, Sandra Mara¹ | Ribeiro, Renato de Jesus2 | Garcia, Regina Conceição3 | Galhardo, Douglas4 | Sousa, Paulo Henrique Amaral Araújo de5 | Cerny, Bruna Larissa Mette6 | Leal, Luanda das Neves7
1,5Doutoranda (o), Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Dr, Programa de Pós-graduação em Zootecnia (PPZ), Marechal Candido Rondon, PR, Brasil.
2,4Mestrando, Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Ms., Programa de Pós-graduação em Zootecnia (PPZ), Marechal Candido Rondon, PR, Brasil. 3Professora, Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE), Marechal Cândido Rondon, PR, Brasil. 
6,7Graduandas de Zootecnia, Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE), Marechal Cândido Rondon, PR, Brasil. 

Fecha de publicación

20/04/2018

Resumen

O desenvolvimento vegetativo e a produtividade da planta sofrem interferências ambientais de acordo com as mudanças climáticas. A presença das abelhas como agentes polinizadores na cultura da canola, além de aumentar a produtividade, proporciona uma melhora no rendimento e na uniformidade dos grãos, bem como o estabelecimento inicial das síliquas. Assim, o objetivo deste trabalho foi avaliar as características estruturais da canola (Brassica napus) submetida a diferentes testes de polinização durante as safras agrícolas de 2016 e 2017. O experimento foi realizado na Estação Experimental da Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE, localizada no município de Marechal Cândido Rondon – PR, Brasil. O delineamento experimental empregado foi o de blocos casualizados, com três tratamentos e quatro repetições e os dados submetidos à análise de variância e quando significativos, comparados entre si pelo teste de Tukey, ao nível de 5% de probabilidade. Foram avaliados a altura de planta, número de folhas verdes e folhas mortas e o diâmetro de colmo. Fatores abióticos (temperatura, água, luminosidade) e bióticos, submetem a cultura a estresse, acarretando baixo desenvolvimento vegetal. A altura de planta e o número de folhas verdes afetam seu potencial fotossintético, ficando assim, o desempenho e sua sucessiva produção comprometidos pois são totalmente dependentes de fontes hídricas, temperatura adequada e luminosidade. A utilização de polinização exclusiva por Apis mellifera não interferiu de forma direta nas características estruturais da canola.

Abstract

The vegetative development and productivity of the plant undergo environmental interference according to climatic changes and the presence of bees as pollinating agents in the canola crop in addition to increasing productivity, providing an improvement in yield and uniformity as well as the initial establishment of silica. Thus, the objective of this work was to evaluate the structural characteristics of canola (Brassica napus) submitted to different pollination tests during the agricultural seasons of 2016 and 2017.The experiment was carried out at the Experimental Station of the State University of the West of Paraná - UNIOESTE, located in the municipality of Marechal Cândido Rondon - PR, Brazil. The experimental design was a randomized block design, with three treatments and four replications and the data submitted to analysis of variance and when significant, compared to each other by the Tukey test, at a 5% probability level. The plant height, number of green leaves and dead leaves and stem diameter were evaluated. Abiotic (temperature, water, luminosity) and biotic factors, stress the crop, causing low plant development. The plant height and the number of green leaves affect its photosynthetic potential, thus, the performance and its successive production are totally dependent on water sources, adequate temperature and luminosity. The use of exclusive pollination by Apis mellifera did not interfere directly with the structural characteristics of canola.

Artículo


Palabras clave

abelhas, altura, características estruturais, fotossíntese, bees, height, structural characteristics, photosynthesis


Comentarios